Por: Danúbia
“A minha humanidade chora
E Ele não demora a me certificar
De que alguma hora eu perceberei
O que eu preciso para ser feliz
E eu aqui tentando achar
Alguma explicação para tanta linha torta
E Ele diz, sorrindo, assim: “Confia em mim”.
(Bruno Camurati)


Quem me conhece sabe o quanto eu gosto das músicas do compositor e cantor acima. Apesar de ouvi-las frequentemente, nos últimos dias estava com essa na cabeça devido ao lançamento do clipe. No último final de semana, fui para o Retiro de Membros da Oficina de Valores e, apesar do cansaço, as minhas expectativas para o Retiro eram ótimas. Seria o Retiro no qual eu participaria como membro da Oficina e ao final, na missa de encerramento, faria meus compromissos com a obra.

Já havia participado do Retiro de Membros no ano passado, que aconteceu durante o período de discernimento, e foi uma experiência incrível porque pude conhecer mais a Oficina e aqueles que reconheceram nela o meio de servir a Deus. Neste segundo retiro, logo na primeira noite, o Alessandro falou do sentimento de pertença a Oficina, do caminho exclusivo que Deus tem para cada um, que não é maior do que ser cristão, mas que em cada realidade devemos refletir tanto a alegria de ser cristão, quanto o carisma que partilhamos.

Este sentimento de pertença já existia e me acompanha acho que desde que conheci a Oficina. Senti, naquele Retiro de Universitários de 2015, em meio as minhas dúvidas vocacionais, que Deus me queria lá. Amadureci, rezei e refleti sobre esse sentimento durante todo o processo de discernimento. Continuo acreditando que é o meu lugar, onde Deus me quer.

Ouvir, durante a comunhão no domingo, uma música (Estou Aqui, do Anjos de Resgate) que foi tema de um encontro na minha infância, me levou a todo o itinerário do meu relacionamento com Deus e à paz e certeza de que mesmo diante de minhas limitações e misérias eu posso dizer: Eu tenho Deus! E Ele se faz presente na minha vida através da Oficina e das pessoas que fazem parte dela. O sim dado deseja ser uma expressão de confiança, gratidão e amor a Deus.


Danúbia Faraco
Formada em Ciências Contábeis
Oficina de Valores

0 comentários:

Postar um comentário